alla soüb e uarê ueh pelas lentes de tatiana reis – Desdobramentos


SOBRE O PRODUTO:

A gordofobia é um problema estruturante de nossa sociedade. Pessoas gordas são constantemente preteridas em empregos e castings. As maiores não cabem no transporte público nem nas roupas. No Brasil, 51% da população tem excesso de peso. Esta opressão está interseccionada com os discursos médicos e estéticos que nos dizem “doentes”. O início da resistência e do artivismo gordo se dá através de encontros e poéticas que exaltem essas diferenças em suas capacidades, empoderando este público específico. Enquanto grupo, somos complexos e diversos: temos raças diferentes, somos trans, cis, PCD. A gordura é um marcador que se intersecciona com os demais marcadores sociais. A população racializada e gorde é duas vezes estigmatizada: gordofobia e racismo. O que implica na prática em falta de acesso às estruturas básicas do bem-viver, discriminação e preterimento afetivo e profissional. A inovação desse projeto está em ampliar as possibilidades da imaginação da comunidade gorde para além das opressões vividas. É preciso, com licença poética, inventar novas palavras para exaltar nossas vivências e alegrias, nomeá-las. Criamos “gordência” que vem referenciar os prazeres e singularidades destes corpos. Pensar a corpa gorde para além de sua patologização, reconhecendo sua potência de criação, é um modo eficiente de co-criar futuros inclusivos e alargar os horizontes artísticos do território DF. Essa proposta acredita na estimulação visual e literária da população para que novas gerações questionem os padrões impostos pela magreza, brancura e riqueza. Essa prática artísta-socioeducacional ao longo do tempo, como mudança de discurso visual e episteme, corrobora para a construção futura de outras práticas que permitam que gordoridades sejam legítimes e dignes de viverem a vida sem serem interrompides por essa opressão estrutural, paralisante e destrutiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para comentar, você aceita os termos a seguir:
Aceito e concordo com o tratamento de meus dados pessoais para finalidade específica, em conformidade com a Lei nº 13.709 – Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD).Ao manifestar sua aceitação, o Titular consente e concorda que a ASSOCIAÇÃO TRAÇOS DE COMUNICAÇÃO E CULTURA, inscrita no CNPJ: 08.117.759/0001-60, com sede na SCLN 208 BLOCO D ENT. 49 SALA 211, ASA NORTE, BRASÍLIA, DF, CEP 70853-540 , doravante denominada Controladora, tome decisões referentes ao tratamento de seus dados pessoais, bem como realize o tratamento de tais dados, envolvendo operações como as que se referem a coleta, produção,recepção, classificação, utilização, acesso, reprodução, transmissão,distribuição, processamento, arquivamento, armazenamento, eliminação, avaliação ou controle da informação, modificação, comunicação, transferência, difusão ou extração.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.