ROGÉRIO DORNELLES – O MUNDO ENCANTADO QUE A GENTE SONHA TER

 ROTEIRO – PROGRAMA INFANTO ADULTIL

TÍTULOO MUNDO ENCANTADO QUE A GENTE SONHA TER
PERSONAGENSAPRESENTADORA – PAULETE BRASÍLIA
MASCOTE – SAFADINHA
TEMPOAPX 8 MINUTOS

AUTOR: ROGÉRIO DORNELLES

TEXTO:

PAULETE. Bom dia amores da titia. Sejam bem vindes ao nosso programa 

(AS DUAS). “O MUNDO ENCANTADO QUE A GENTE SONHA TER”

SAFADINHA. Bom dia galera. Eu sou a Safadinha, uma fada muito sa-peca. Por isso, Sa-fadinha

PA. E eu sou Paulete Brasília, diretamente de BRASILIA. Essa cidade maravilhosa que nos encanta com seu céu deslumbrante e seus parques arborizados, que esbanja talentos nas artes. Brasília nos emociona e as vezes nos irrita também, mas abafa essa parte

SA. Nossa Paulete, por que você começou o programa falando tanto assim de Brasília? 

PA. É porque hoje é um dia muito especial. Dia 21 de abril de 2060. Você sabe me dizer quem tá fazendo aniversário hoje?

SA. Nem sei se quero saber viu. Não fui convidada pra nenhuma festa

PA. Não garota, hoje é aniversário de Brasília. Nossa cidade completa 100 anos de muita beleza. Ai que emoção

SA. Ah sim, já estava me sentindo excluída. Parabéns aí Bsbzão

PA. Parabéns demais Brasília! E pra mostrar como a nossa cidade evoluiu, pedi pra vocês perguntarem pro vovô e pra vovó, sobre alguma expressão que eles ouviam antigamente, expressões que já caíram em desuso com passar dos anos

SA. Eita, as coisas mudaram tanto de uns 40 anos pra cá. Tô até curiosa

PA. Eu também. Então vamos começar. Olha aqui, o primeiro recadinho é da Juju, bju Juju. Ela disse: “O pai da minha vó dizia assim: meninas não podem brincar de carrinho”. Como assim, galerinha? Será que ela estava querendo brincar de dirigir o carro? Aí não pode mesmo, no Brasil, desde 2040 que só pode dirigir depois de 21 anos e com habilitação

SA. É verdade, lei é lei! Mas sabe, Paulete, eu acho que ela tá falando que a menina não podia brincar com carrinho de brinquedo mesmo, como se carrinho fosse só pra meninos.

PA. Credo, que horror, mas se o próprio nome já diz, “BRIN-QUE-DO”, brinquedo foi feito pra “BRIN-CAR”, seja menino, menina, pode ser adulto, idoso, não importa, hoje em dia todo mundo sabe e respeita isso. Você gosta de brincar de quê?

SA. pula-pirata. 

PA. Que inclusive é um brinquedo super retrô, que voltou repaginado com tudo em 2057, se não me engano.
Bom, vamos pra mais uma mensagem dos nossos amiguinhos, dessa vez é a Bia, beijo Bia. Ela escreveu assim: “Meu avô falou que cresceu ouvindo que homem não podia chorar”.
Oi? Mas que coisa doida gente

SA. Nem faz sentido, porque todo mundo tem o canal lacrimal, até os animais choram.

PA. Pois é, todos nós temos sentimentos, quando criança então, aí que choramos mesmo, passamos por emoções muito fortes, nos machucamos, sentimos dor

SA. É verdade, o choro lava a alma, falar pra uma pessoa não chorar, é como privar ela de sentir.

PA. Eita que falou bonito, eu assino embaixo. Olha Bia, fala pro seu avô que pode chorar, é humanamente impossível homem não chorar.
E vamos pra próxima, ó, do Jojô, um bjô Jojô. “tia Paulete, o irmão da minha avó, apanhava e ficava de castigo porque ele gostava de brincar com as bonecas dela, eles sequer podiam brincar juntos porque ela era menina e ele menino”.
Olha, era tanto absurdo antigamente que eu não sei por onde começar. 

SA. Que triste ler isso, por mais que a gente tenha evoluído, é ruim pensar que as pessoas passaram por isso, né?

PA. É ruim demais. Primeiro que bater no filho é inclusive crime, agora essa coisa de menino não poder brincar de boneca, vamos ser sinceros, na hora de brincar do que for, pouco importa se você tem pipi ou pepeca, né? Brincar é brincar. Essa bobeira de dizer o que pode e o que não pode, só nos distancia uns dos outros. Meninos sempre terão que conviver com meninas ao longo da vida, muitos serão maridos e pais, mas se o menino não pode chorar e não pode brincar com meninas, vai crescer sem saber tratar as mulheres, não vai saber cuidar dos filhos, não vai nem saber lidar com as próprias emoções.

SA. É chocante mesmo, pensar no passado e imaginar que movimentos tão desumanos como a escravidão, a ditadura, o machismo existiram tão fortemente

PA. Teve também o patriarcado o bolsonarismo, o extremismo religioso e muitos outros movimentos opressores que tinham apoio popular, mas é muito bom pensar que esses absurdos ficaram no passado e que a mais de 30 anos, nosso país é governa… digo… vivemos sob os maravilhosos cuidados das frentes feministas e dos movimentos sociais e humanitários.

(AS DUAS) PRA ELAAAS


SA. Adorei ver o tanto que evoluímos como sociedade.

PA. Isso mesmo minha amiga, que a história sempre esteja aí, pra nos lembrar pra onde não queremos voltar, viu.

SA. Recado dado

PA. Assim seja. Que a gente entenda que o respeito a diversidade é o que vai trazer equidade e justiça pro nosso mundo

SA. Parabéns Brasília, você é a centenária que lutamos para ter a muitos anos. 

PA. Um beijão Brasília, de todes nós aqui do MUNDO ENCANTADO QUE A GENTE SONHA TER. Vamos pro intervalo comercial e já já voltamos bem maravilhas


SOBRE O PRODUTO:

Este produto é o roteiro de um programa de humor, no qual a personagem Paulete Brasília, junto de sua assistente, a fadinha Safadinha, apresenta um programa no dia do aniversário de 100 anos de Brasília. O projeto reflete a trajetória de vida do artista e seu processo de compreensão enquanto ser humano, homem gay e artista e sobre como os conflitos de sua infância o fizeram lutar muito mais do que uma criança deveria para se perceber no mundo. O produto também traz à tona como problemas sociais como o machismo, o racismo e muitos outros preconceitos e intolerâncias, destroem o emocional de crianças, adolescentes e adultos ao longo de toda história. O roteiro apresenta, então, um mundo ideal, no qual as futuras gerações reagem espantadas às expressões preconceituosas ainda utilizadas atualmente.

One Response to “ROGÉRIO DORNELLES – O MUNDO ENCANTADO QUE A GENTE SONHA TER

  • Alessandra Seixas
    2 meses ago

    Que esses sonhos sejam mesmo reais e que a sociedade evolua! Amando e respeitando acima de tudo! ❤️

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para comentar, você aceita os termos a seguir:
Aceito e concordo com o tratamento de meus dados pessoais para finalidade específica, em conformidade com a Lei nº 13.709 – Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD).Ao manifestar sua aceitação, o Titular consente e concorda que a ASSOCIAÇÃO TRAÇOS DE COMUNICAÇÃO E CULTURA, inscrita no CNPJ: 08.117.759/0001-60, com sede na SCLN 208 BLOCO D ENT. 49 SALA 211, ASA NORTE, BRASÍLIA, DF, CEP 70853-540 , doravante denominada Controladora, tome decisões referentes ao tratamento de seus dados pessoais, bem como realize o tratamento de tais dados, envolvendo operações como as que se referem a coleta, produção,recepção, classificação, utilização, acesso, reprodução, transmissão,distribuição, processamento, arquivamento, armazenamento, eliminação, avaliação ou controle da informação, modificação, comunicação, transferência, difusão ou extração.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: