Sintia Lira – Planaltina 600

     (Eixo – Norte e Sul)

         Às 05: 45 da manhã meu

         nome é Joaquina, mas

         poderia ser Sebastiana,  poderia ser

         a tia da limpeza, a

         Francisca, ser o  seu José

         da portaria,

          ser  a faca amolada,

         o tempo perdido, o vírus disseminado.

Nunca vou sentada

   e se estou de pé, mostrando a minha cara

  quase preta -quase branca pela janela,

 é para lembrar ao motorista do carro de fora

que ele também é passageiro.

   A passagem é R$5,50,

  não tenho dinheiro, tenho poema.

Em minha bolsa levo o cheiro de marmita.

Não como e se tenho fome, é a minha fome que alimenta a sua alma.

Se a janela vai fechada, o ar que respiro é o oxigênio que levanta asas, catedrais e

ministérios. Não existe tampão de ouvido, olho ou boca

capaz de me distrair da percepção

de que o trajeto é ao contrário.

As rodas do meu ônibus estão fora do seu eixo

O seu eixo é estático, infértil e parado. As minhas rodas são o oceano e o infinito

desse lugar.

No colo daquela mãe, a criança inquieta já não dorme, berra.

Rejeita o passado.

Reúne o presente.

Garante o futuro.

Ela sabe que o futuro é

uma linha de

ônibus expresso, que chegou

à rodô do Plano Piloto

40 sentado

38 em pé

  e teve o abuso de voltar pra casa sem

deixar nenhum passageiro por lá.

Essa linha é PLANALTINA – 2060

(Pela quebrada até a rodoviária)

(Sintia Lira)                                                                                                                                


SOBRE O PRODUTO:

A poesia “Planaltina 600” faz uma referência à linha de ônibus que tradicionalmente transporta trabalhadores de Planaltina para construir e manter a Brasília. A partir das figuras de linguagem, a poesia busca dialogar com as mazelas e disfunções sociais que estão escancaradas dentro do transporte coletivo, sem desvalorizar o trabalhador. Ao contrário, colocando-o como figura principal. O poema, de forma inteligente, termina sugerindo a solução para as questões apresentadas a partir de uma nova linha de ônibus: A Planaltina 2060, que faria o trajeto ao contrário da Planaltina 600. No caso, trazendo os trabalhadores para voltarem pra Planaltina e construí-la. 

One Response to “Sintia Lira – Planaltina 600

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para comentar, você aceita os termos a seguir:
Aceito e concordo com o tratamento de meus dados pessoais para finalidade específica, em conformidade com a Lei nº 13.709 – Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD).Ao manifestar sua aceitação, o Titular consente e concorda que a ASSOCIAÇÃO TRAÇOS DE COMUNICAÇÃO E CULTURA, inscrita no CNPJ: 08.117.759/0001-60, com sede na SCLN 208 BLOCO D ENT. 49 SALA 211, ASA NORTE, BRASÍLIA, DF, CEP 70853-540 , doravante denominada Controladora, tome decisões referentes ao tratamento de seus dados pessoais, bem como realize o tratamento de tais dados, envolvendo operações como as que se referem a coleta, produção,recepção, classificação, utilização, acesso, reprodução, transmissão,distribuição, processamento, arquivamento, armazenamento, eliminação, avaliação ou controle da informação, modificação, comunicação, transferência, difusão ou extração.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: